quarta-feira, 22 de julho de 2009

Mundo Java - número 36

O post de hoje será somente para falar um pouco sobre a edição 36 da revista
Mundo Java. Na verdade, o motivo disso é a minha presença na edição com o artigo ZK Framework - Utilizando Ajax sem Javascript.












No artigo procurei ressaltar conceitos referentes os ZK e ainda construir exemplos mostrando seu uso. Segue uma prévia de alguns trechos do artigo publicado..

" Cada vez mais se faz necessário que as aplicações web sejam intuitivas e fáceis de se usar. Esta necessidade está diretamente ligada à camada de visão de tais aplicações. Porém, a criação de aplicações com interfaces ricas exige esforços cada vez maiores. Essa exigência muitas vezes acaba desviando o foco do desenvolvimento que deveria ser, na maior parte do tempo, nas regras de negócio. Com efeito, surgem diversas ferramentas tentando facilitar essa tarefa, sendo uma delas o ZK Framework. "

" ... as tecnologias utilizadas em aplicações web apresentaram uma notável evolução. Inicialmente tinham-se aplicações cujas camadas de visão eram compostas somente por páginas HTML estáticas que, com o decorrer do tempo, foram gradativamente evoluindo para páginas HTML dinâmicas (DHTML), páginas utilizando Flash, Applets e, por fim, para páginas que incorporavam o uso de Ajax ... "

" Com a maturação da tecnologia Ajax, surgiram vários frameworks baseados nela, sendo o ZK um deles. A idéia principal do ZK Framework é facilitar a incorporação de Ajax nas aplicações web desenvolvidas em Java, de maneira a dispensar qualquer conhecimento de Javascript. Essa facilidade é oriunda dos mecanismos internos do ZK que geram código Javascript de forma transparente para o desenvolvedor. "



E por aí vai correndo o assunto..
Além desse artigo, a edição apresenta vários outros assuntos interessantes dos quais cita-se: JRuby, Demoiselle Framework, hábitos eficazes para tratamento de exceções etc.

Para quem desejar saber mais sobre o ZK Framework segue uma dica quente:
http://www.zkoss.org/

Mais adiante vou postar alguns exemplos mostrando o uso do ZK.

até!

3 comentários:

Júlia disse...

Parabéns pelo artigo Procacci!!!!!!! Mt sucesso pra vc!

bjjjj

Anônimo disse...

Olá Thiago, parabéns pelo artigo. Após ter lido o artigo fiz vários testes com o ZK e gostei muito, cheguei até a utilizar em alguns projetos menores. No entanto estou na eminência de iniciar um grande projeto na empresa, e preciso de argumentos bem convicentes para utilizar ZK ao invés de outras soluções como JSF+ICEFaces(PrimeFaces, RicheFaces)

Carlo

Thiago disse...

Olá Carlo! Tudo bem?

O ZK facilita a construção de telas. Porém, em projetos grandes eu, particularmente adotaria outra solução.

Uma solução que gosto bastante e é usar o spring web flow + JSF (já participei de projeto grandes com esses tecnologias).

Usar JSF puro não recomendo. Acho extremamente limitado principalmente quando fala-se em conversão entre páginas (forte ocorrencia em grandes projetos).

Tente fazer provas de conceito de acordo com os requisitos do seu projeto. Acho que talvez isso te facilite a escolher uma solução.

Abraço!